Deadpool

Deadpool
Filme

deadpool

Diretor: Tim Miller
Produtor: Simon Kinberg, Ryan Reynolds, Lauren Shuler Donner
Roteiro: Rhett Reese, Paul Wernick
Música: Tom Holkenborg
Companhia produtora: 20th Century Fox, Marvel Entertainment, Kinberg Genre, The Donners’ Company, TSG Entertainment
Distribuído por: 20th Century Fox
Estréia
11 de Fevereiro de 2016 (Brasil)
12 de Fevereiro de 2016 (EUA)
Duração: 1h 48min
Classificação etária: 16 anos
País: EUA
Idioma: Inglês

Este ano de 2016 foi anunciado diversos filmes que prometem serem demasiados bons. Apesar disso, o que eu mais aguardava era este do Deadpool!

Assim como os fãs de Star Wars se emocionaram com a sequência da série (que foi ótima, por sinal) eu me emocionei em presenciar em um telão a versão adaptada de um dos quadrinhos que mais me diverte e entretêm!

E o filme fez jus ao seu intuito de divertir e entreter o expectador. E o que mais surpreende: com um roteiro simples! Sobre um herói tentando resgatar a namorada que foi sequestrada pelos caras maus.

Apesar da minha alta expectativa em ver a versão adaptada, não fui desapontado.

Após uma longa trajetória até o filme ser finalmente lançado, a espera valeu a pena.

Ryan Reynolds interpreta fielmente o personagem e consegue transmitir o quanto se esforçou e gostou de interpretá-lo!

Sem falar que foi um filme que inovou e se arriscou no quesito de adaptação de quadrinhos. Com uma classificação etária R+ o filme surpreendeu a Fox e em pouco tempo ultrapassou (e muito) seu orçamento inicial além de quebrar vários recordes. Mesmo que tenha sido proibido de passar em alguns países como Uzbequistão e um dos maiores mercados, China devido seu linguajar, violência e nudez.

Mas o que é tão divertido à cerca do personagem Deadpool?

Deadpool, cujo alter ego é Wade Wilson, era um mercenário que em certo momento descobre ter câncer com metástase em diversos órgão vitais. Ao perceber a situação em que se encontrava Wilson, os organizadores do projeto Arma X o abordam e propõe uma cura. Wilson aceita, mas para isso sofre diversas torturas. O procedimento o permite ter um fator de cura excepcional (o segundo maior da Marvel), mas o desestabilizam mentalmente.

Com esta pequena biografia é possível perceber como o personagem é interessante. Mas ainda tem mais. O fato do público alvo de suas histórias serem adultos o permite fazer piada sobre praticamente tudo! E associado a isso ele tem a capacidade em quebrar a quarta parede! Sem falar na quantidade de referências geeks que é citada em suas histórias. No quadrinho, ele inclusive conversa com ele mesmo em diversas ocasiões como se fossem sua consciência!

Resumindo, é divertido, é engraçado, é Deadpool.

Virou um dos meus filmes favoritos e com certeza o verei mais algumas dezenas de vezes.

deadpool-

Links referentes:
Wikipedia – english
Wikipedia – português
Entrevista com Cid Cidoso
Entrevista com Léo Lins
Leon e Nilce no Cadê a chave
Administradores
How Deadpool Should Have Ended

Advertisements
This entry was posted in Filmes / Movies. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s