Ikkitousen season 1

Battle vixens – Anjos Guerreiros
Mangá

Captura de tela 2014-10-24 às 17.37.25

Volumes: 6
(correspondendo a primeira fase da história; atualmente se encontra no 17)
Capítulos: 39
(correspondendo ao fim da primeira fase da história; atualmente se encontra no 117)
Publicado no Japão: 26 de Abril de 2000 (ainda em publicação)
Origem: Japão
Autor: Yuji Shiozaki
Editora da versão em português-BR: Nova Sampa
Serialização no país de origem: Comic Gum
Faixa etária: Impróprio para menores de 18 anos

Mencionei este mangá em um post passado e pouco depois acabei concluindo a leitura dele e escrevendo este novo post (me lembra o efeito que o wikipedia e os quadrinhos da Marvel tem em mim, um link/quadrinho vai levando a outro em loop infinito!!!).
Este mangá poderia ser resumido como: garotas lutadoras que perdem parte da roupa durante as lutas.
No entanto, o mangá é bem mais do que isso! A história se baseia na Era dos Três Reinos da antiga China!

O desenrolar do mangá é bastante fluente mostrando um crescimento e amadurecimento dos personagens.

O traço de Yuji é bastante agradável oscilando entre girls sensuais e suas versões chibis (principalmente em relação a personagem principal devido seu alívio cômico). As lutas são realizadas com traços dinâmicos que se mesclam com a sensualidade das personagens ao perderem sua vestimenta com os ataques.
E, as imagens de capa dos capítulos são simplesmente lindas!!!

Abaixo resumo e comentários de cada um dos 6 volumes da primeira fase da história COM SPOILERS:

Volume 1 (Capítulo 01 a 04)
Hakufu é uma jovem lutadora que por muito tempo nunca teve ninguém para testar seus golpes de luta, sempre treinando por conta própria e as vezes tentando acertar sua mãe (Goei) que é uma exímia dominadora do Ki. Um certo dia ela é abordada por Hannou da academia Youshu (posteriormente no mangá o nome passa a ser Yoshu, possivelmente devido a tradução diferente). Hannou percebe a força da Hakufu e tenta a recrutar para a sua academia (localizada na região de Kanto, na qual engloba Tóquio), porém a Hakufu recusa e diz que gostaria apenas de lutar. Ambos lutam. Hannou percebe que Hakufu era ainda mais forte do que ele pensava e acaba apanhando bastante dela.
A mãe de Hakufu, após perceber que a sua filha teve sua primeira luta real, a presenteia com uma Magatama que era herança de seu falecido marido. Magatama são joias que são usadas como brincos que possuem formato de meia lua e são considerados recipientes cujo estão selados os espíritos de grandes guerreiros da antiga China do períodos dos Três Reinos. Os indivíduos que possuem magatama são denominados de toushi e suas respectivas magatamas fazem alusão a um respectivo guerreiro/lutador da época dos Três Reinos considerado a sua versão passada. As magatamas costumam mudar de cor conforme o nível de seu usuário.
Nível A: cor dourado
Nível B: cor prata
Nível C: cor bronze
Nível D: cor pérola (vermelho)
Nível E: cor laranja
É engraçado a menção no decorrer da história deste aspecto em um quadrinho preto e branco.
Hakufu é nível E, apesar de possuir um potencial enorme para níveis mais altos!
Hakufu acaba indo para Tóquio, porém na academia Nanyo. Ela vai para morar na casa de seu primo, Koukin Shuyu (nível D). Logo na entrada da academia ela nota uma frase escrita em uma pedra gigante: “Autossupere sempre e depois massacre os outros”. Pouco depois de adentrar no local ela começa a lutar e derrotar os toushis do local. Sua mãe havia lhe dito para que assim que chegasse no colégio ela derrotasse 30 toushis!!!
Quando ela derrota 29 toushis, um personagem chamado Gakushu a desafia a ser seu 30º combatente. Hakufu perde vergonhosamente e é salva, de ter se machucado mais, pelo seu primo.
Gakushu era um dos 4 paladinos de sua academia, ou seja, um dos 4 mais fortes dela. Ele possui magatama de prata e é paladino ao lado de Kannei, Ryomo e Genpou Saji. Todos eles sob liderança de Enjutsu (líder da academia).
Após a derrota, Enjutsu dá uma ordem imperial para Ryomo derrotar Gakushu e Kannei derrotar Hakufu. Ryomo derrota Gakushu facilmente e fica descontente pois gostaria de lutar contra a Hakufu também. Ela nocauteia Kannei e se prepara para lutar contra a lutadora que causou sequelas a Gakushu, Hakufu.

Neste volume a Hakufu faz 2 referências a outras obras. Ela canta um trecho da música “I should be so lucky” da cantora australiana Kylie Minogue que foi um hit no Japão na época de lançamento (1987).
A segunda referência foi ao anime/mangá Dragon Ball. Hakufu fica surpresa que seu adversário eleva seu ki repentinamente, como é comum nas transformações em Super Saiyajin.

Este volume ainda conteve com um capítulo piloto da obra Ikkitousen! Nele, a protagonista é uma personagem semelhante à Hakufu que se chama Mouki Bachou e é da academia Ryoshu junto com outros dois personagens: Teigin e Kansui. Diferentemente da Hakufu, Mouki não possui poderes de luta a menos quando é controlada pelo seu dragão interior (o que aconteceu quando ela necessitou salvar seus dois amigos citados anteriormente).

Volume 2 (Capítulo 05 a 10)
Continua-se a luta de Hakufu contra Ryomou. Nela a Hakufu perde a consciência devido a um golpe de submissão, mas logo se levanta com o dragão que existe em seu interior (ao estilo Naruto/Kyuubi de ser) a controlando. Com a mente e poder do dragão, o corpo de Hakufu arregaça a jovem Ryomo que é salva no último instante pelo Saji (um dos 4 paladinos).
Após o ocorrido, Hakufu fica desanimada por não ter conseguido lutar contra Ryomo e começa a refletir sobre sua primeira experiência em relação à possessão do dragão (ela pensa que o momento após ter desmaiado, na luta contra Ryomo, foi um sonho).
Acontece a primeira aparição de um importante personagem para o amadurecimento de Hakufu: Genjo Kakouton da academia Kyosho. Tal personagem é fanático pelo “fundamento” da luta de rua. Hakufu percebe que ao encontrá-lo também deve se importar com o fundamento das artes marciais para se tornar mais forte, deste jeito ela pede para que seu primo a ensine alguns dos princípios da luta marcial. Ela rapidamente aprende, surpreendendo seu próprio ensinador.
Enquanto isso Saji vai de encontro a Chuei Toutaku (líder do colégio Rakuyu que busca o controle da região de Kanto), ele rouba uma das 5 espadas Hyakuheki de Moutoku Sousou (líder da academia Kyosho) e tem esperanças de que com ela ele consiga matar o líder do colégio Rakuyo. Durante a conversa dos dois, Toutaku fica se cortando com uma lâmina em seu jeito doentio de masoquista que és até Housen Ryofu chegar para defendê-lo.
Saji tem o intuito de matá-lo no que suponho a ser devido ele provavelmente ser o verdadeiro mandante das “ordens imperiais” que incapacitou 3 dos 4 paladinos..
Ryofu derrota Saji e Toutaku pensa em reiniciar o torneio dos toushis após 2 anos desde o ultimo. Cujo colégio vencedor teria o controle da região que vivem.
A academia Yoshu é uma das poucas que não são anti-Toutaku, então Toutaku emite uma ordem para enviar um membro nível A da academia para enfrentar a possuidora de um dragão no interior de seu corpo. Este membro se chama Shigi Taishiji. Hakufu é rapidamente imobilizada, então Koukin parte para o combate contra Taishiji. Taishiji derrota Koukin, mas este consegue desferir um golpe naquele. Taishiji havia prometido que iria se retirar caso recebesse um golpe e, assim, o faz. No entanto, a Hakufu não aceita sua retirada e o desafia após ter conseguido se movimentar novamente.
Hakufu apanha bastante, mas não é nocauteada. Em um certo momento ela se recorda da importância do fundamento que aprendeu com seu primo e tenta aplicar sua nova técnica no combate. A técnica de Hakufu sai com bom resultado acertando o seu adversário. Técnica, cuja qual, possui efeito no interior do oponente (neigong, uma técnica do kung fu shaolin).

O revisor de português deve ter se esquecido de uma página. Notei uma palavra escrita da seguinte forma: “sínico”…

Volume 3 (Capítulo 11 a 18)
Taishiji, porém, não é derrotado com a técnica de Hakufu e pouco depois a derrota.
Dois membros da academia perguntam para Taishiji (após este se retirar do local da luta) se ele a matou, mas ele responde:

“Bom… causei estrago suficiente dentro do limite do bom senso.”

Os membros (Ryuhou e Hannou) não gostam da resposta e vão em direção a Hakufu matá-la, mas Taishiji os impede.
Taishiji os derrota, mas é ferido com uma facada em suas costas que o encaminha a fazer tratamento hospitalar…

Ryomou tem dúvida se participa do torneio e visita Tokubou Teifu que é um antigo companheiro dela no “torneio dos toushis” passado. Teifu ficou paraplégico e cego em uma luta do torneio e por pouco não morre. Ryomou o salvou, mesmo sendo contra as regras e desqualificando-a.
O torneio dos toushis possui como pré-requisito para sua matrícula possuir 10 magatamas.
Ryomou vai em direção a Toutaku com intuito de salvar Saji, mas acaba sendo derrotada por Ryofu que diz que estará a aguardando para uma revanche na final do torneio e caso seja derrotada liberará o Saji.
Koukin consegue reunir 18 magatamas! Ele pretendia reunir 20, para assim ele e sua prima poderem lutar no torneio, já que Hakufu ainda está receosa em participar do torneio, pois Taishiji está hospitalizado graças a ter impedido que a matassem. Ela sabe que ele gostaria muito de lutar com mais pessoas fortes e, agora, se encontra impossibilitado de tal ato.
Em uma visita hospitalar, Taishiji consegue simbolizar seu apoio a Hakufu no torneio. Neste momento ela pega as suas 8 magatamas e corre em direção ao torneio.

O torneio havia se iniciado com a luta da escola particular Yoshu e a academia Nanyo. Koukin e Gakushu são os únicos que no momento possuiam 10 magatamas cada. E do lado de Yoshu, 5 participantes estão disponíveis para lutar. O líder do grupo de Yoshu diz para uma das integrantes lutar, mas um outro integrante, Ganryo, a nocauteia, contra as ordens do líder, e diz ser quem lutará. Neste momento eu tive uma leve impressão de que todos os 5 iriam lutar não sobrando ninguém e resultando hilariamente na vitória de Nanyo. Mas não foi o que aconteceu. O líder deixa o Ganryo lutar ao invés da que ele havia escolhido e se retira junto com os 3 integrantes restantes.

De platéia havia Unchou Kan’u da academia Seito (ela é ranking A+!! imagino qual seria a cor da magatama dela…), Kansui do colégio Ryosho (personagem que apareceu no capítulo piloto), entre outros.

O juiz era Kanetsu de uma escola neutra chamada Keishu.

Gakushu é derrotado e antes que Koukin o substitua, Ryomou aparece para lutar por Nanyo!

Volume 4 (Capítulo 19 a 24)
Ryomou tem sua vitória ocasionando consequentemente em uma vitória para Nanyo.
Hakufu acaba se perdendo e indo para um local diferente daonde estava acontecendo o torneio. Ela se depara com mais membros da academia Yoshu e consegue o restante das magatamas com eles.
Pessoal de Yoshu a informa sobre o destino dos herdeiros das magatamas serem iguais aos seus respectivos antepassados guerreiros da China.
Hakufu foi a líder mais jovem da história dos Três Reinos a morrer!
Ela fica refletindo sobre isso e decide ir se encontrar com a mestra Chosho.
Chosho é uma mestra que domina seu ki de uma forma que mantém aparência de criança apesar de ter 90 anos de idade!
Chosho diz para Hakufu: “A espada não se quebra porque você tenta quebrá-la. Da mesma forma, você não fica forte porque tenta ser forte”.
Chosho lança um desafio para Hakufu em quebrar uma das duas espadas Hyakuheki que se encontram estancadas em uma pedra.
Hakufu realiza um feito ainda mais impressionante que é o de retirar a espada mesmo sem quebrá-la. Hakufu desmaia com o esforço, mas surpreende a jovem (velha?) mestra.
Ryomou tinha chegado um pouco antes de Hakufu e já era considerada sua discípula (sabe-se lá como). Chosho pede para Ryomou levar a desacordada Hakufu para a casa, pois havia sentido uma presença maligna se aproximando.
A presença era um antigo discípulo de Chosho, Toutaku. Ele está em busca das espadas Hyakuheki e de mudar seu destino. Ele consegue derrotar sua antiga mestra, mas não sem antes ter sofrido um ataque desta que o enfraqueceu bastante.
Na casa, Hakufu acorda e corre em direção a Chosho através de seu ki. Lá, ela observa a mestra desacordada e tenta a levar ao hospital, mas acaba se machucando e voltando a ficar desacordada. Chosho se simpatiza por Hakufu e a transmite um poder através de um beijo de língua (mas hein?).
Toutaku chegou na montanha que Chosho vive através de uma limusine dirigida por um de seus subalternos, enquanto ele ficava relaxando no banco de trás tendo um boquete realizado pela Kaku, a segunda em comando do colégio Rakuyo.
Chinkyu derrota o mordomo e a Kaku permitindo com que sua líder, Ryofu, vá em direção ao Toutaku.
Ryofu possui Esclerose Lateral Amiotrófica (lembram do Desafio do balde de gelo? Falando nesta doença, eu estou com vontade em ver o filme sobre o Stephen Hawking…), tendo sua morte praticamente inevitável, mas ela tenta mudar seu destino matando Toutaku. Ela se revela amiga de Saji e não usou toda sua força para combatê-lo anteriormente.
Apesar de Toutaku estar enfraquecido, ele não perde a luta.
O volume acaba com Toutaku suicidando pouco depois de perceber que estava sendo uma das marionetes de Saji, cujo nome verdadeiro era Ouin Shishi! Ele diz que todos os recentes acontecimentos foram premeditados por Saji…

Volume 5 (Capítulo 25 a 31)
O volume se inicia com Chinkyu invadindo o quarto do falecido Toutaku e tentando achar e roubar o selo imperial que poderia estar guardado lá. O selo poderia dar poderes para a sua líder, Ryofu.
Kaku a surpreende e diz para Rikaku a derrotar e fazer o que quiser com ela. Chinkyu acaba sendo estuprada.
Quando Ryofu descobre, ela mata Rikaku em um momento de raiva!

A mãe de Hakufu vai de encontro ao mestre Chokou e começa a discutir com ele sobre o futuro de sua filha.

Hakufu decidi desafiar seu destino e ir enfrentar Ukitsu do colégio Gogun. Ukitsu foi a responsável pela morte de Hakufu há 1800 anos atrás.
Hakufu combate uns subalternos da líder Ukitsu. Um deles possui a Muramasa (me lembrou Inuyasha…), Hyakuheki.
Hyakuheki é uma espada forjada por Muramasa que carrega o Ki e o ódio acumulado dos toushis que já morreram.
Hakufu nota seu poder novo de Antevidência na qual a permite antecipar por alguns segundos os golpes de seus oponentes.
Após derrotar os subalternos da Ukitsu (inclusive um que parecia o Bruce Lee!!!), a Ukitsu aparece. A Ukitsu mostra possuir uma força desigual possuindo um estilo de luta que mescla várias artes marciais! Ela inclusive revela ter sido capaz de derrotar Taishiji sem dificuldades!
O poder de Antevidência se mostra inútil perante a força de Ukitsu. No início do combate ela inclusive estava usando pulseiras e tornozeiras que possuiam 40kg cada!!!
No entanto quando a Hakufu fica desacordada no meio da luta, o de praxe acontece e o espírito do dragão que reside em sua magatama passa a controlá-la revertendo o fluxo da luta.
Hakufu se prepara para desferir mais golpes mortais em sua adversária, mas Koukin se coloca entre as duas segurando uma Hyakuheki que recebeu do Saji previamente!

“Hakufu, eu irei salvá-la”, se referindo salvá-la dela mesma.

No final do volume somos presenteados com extras demasiados interessantes. Eles são: resumo da história até o momento, separação dos personagens conforme colégios, resumo da história dos Três Reinos na qual a série é baseada e a história de alguns dos antigos guerreiros desta época! MUITOS legais tais extras para conhecer mais sobre história que dá base ao mangá e poder, então, apreciá-lo ainda mais!!!

Volume 6 (Capítulo 32 a 39)
Koukin é golpeado, Hakufu empunha a espada para matar Ukitsu, mas Koukin se coloca novamente entre as duas e tem seu abdome transpassado pela espada e ao mesmo tempo que isso acontece ele dá um abraço na Hakufu com intuito de trazer sua consciência de volta…

Ryofu leva Chinkyu ao hospital e em seguida se encaminha para aonde Sousou Moutoku se encontra para encarar seu destino.
No percurso ela assassina sem dó as pessoas que a atrapalham a chegar no seu objetivo!

Kaku se alia a Moutoku e enquanto eles estavam decidindo seus próximos passos, Ryofu adentra em seu território.

“Quando encaramos a morte queremos buscar o sentido de nossa existência”, Moutoku.

Ryofu começa a lutar com Myousai Kakouen que é uma das mais fortes da academia Kyosho e acaba sendo derrotada sem ter a chance de lutar contra Sousou. Chinkyu chega no local com intuito de salvá-la, mas acaba sendo derrotada também. Ela vê sua líder sendo morta e se dirige a ela, então se suicida aos seus braços e a beijando nos lábios…

Koukin se cura do ferimento, mas devido ter absorvido a energia maligna (malégna?vídeo original) da espada, ele permanece em coma. Hakufu transfere a energia maligna para ela sem que ele saiba, salvando seu salvador!
Genka Kada prevê morte ao possuidor desta energia maligna. E Genka é um médico que na época passada era considerado um doutor divino que não errava nenhum diagnóstico e foi o primeiro a realizar a cirurgia de abertura do abdome utilizando anestesia! Ou seja, sua previsão é bastante certeira caso não se tome alguma providência…

Kakuka traiu Moutoku e deixa ele sem reforços em uma luta de rua, mesmo que Kakouton havia o ligado pedindo. Kakuka estava transando com Kaku e se mostra despreocupado à possível morte de Sousou.
Mas Sousou revela possuir uma força escondida e derrota o inimigo que estava o atacando.

Gentoku Ryubi é uma nova personagem que se revela também possuidora de um dragão no seu interior. Ela aparece já no fim do volume e será uma das principais personagens na temporada dois do mangá…

Captura de tela 2014-10-24 às 18.33.49

Referências:
Manga Eden
My Anime List

Advertisements
This entry was posted in HQs / Comics, Mangás / Mangas and tagged , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s