Supernatural Season 06

Sobrenatural temporada 6 – Supernatural Season 06

Captura de tela 2013-03-02 às 19.58.36

Roteiro: Sera Gamble
Direção: Mike Rohl, Philip Sgriccia, Robert Singer
Lançamento: 2010
Origem: EUA
Episódios: 22
Gênero: supernatural, ação, suspense
Classificação etária: maiores de 12 anos

Sobre:
A série conta a história de dois irmãos, Sam e Dean Winchester, que após diversos acontecimentos se veem com a missão de caçar e matar monstros que ameaçam a vida das pessoas. Cada temporada tem um assunto próprio e com o passar delas o tema do seriado se estende e além de monstros/demônios a história aborda aspectos religiosos e aparecimentos de seres celestiais. Os dois irmãos também possuem a ajuda do anjo Castiel e do quase pai deles, Bobby Singer.

Opiniões próprias:
Pode parecer estranho dizer isso, mas essa foi uma das temporadas que eu mais estava curioso em assistir. Como comecei a ver o seriado relativamente tarde (pouco depois do começo do lançamento dos primeiros episódios da 8ª temporada) eu recebi diversos comentários referentes à série. Um destes comentários era de que a partir da 6ª temporada a série começava a decair em termos de qualidade de roteiro. Isso era o que eu queria ver acontecer. Digo, eu queria ver se eu concordava com os comentários após assistir a temporada.

O começo desta temporada realmente foi um saco assistir. A primeira impressão que se tem é que a série teve uma continuação forçada. A temporada 5 termina com o personagem Sam indo para o inferno para impedir que o confronto entre o anjo Miguel e o anjo-caído Lúcifer acontecesse e consequentemente o apocalipse se concluísse. E a 6ª temporada se inicia com o aparecimento repentino de Sam na Terra, como se nada tivesse acontecido. Dean, obviamente, acha tal fenômeno estranho e com o passar dos episódios este fato se esclarece e em meios a outros tópicos (como a ‘mãe dos monstros’ e a ‘guerra civil entre os anjos’) a seção termina inacreditavelmente bem.

Na verdade, acho que esta é uma das características deste seriado. O começo das temporadas normalmente não costumam serem tão bons, o desenrolar é bastante interessante e o fim é incrível! Um aspecto legal do seriado que acho é o fato de que ele poderia ter terminado em praticamente qualquer temporada que o fim delas já apresentava uma conclusão para a série. Mesmo que o suspense e a vontade de quem assistisse fosse de que houvesse outra temporada na sequência, o fato de não haver tal necessidade era peculiarmente interessante.

Em relação aos comentários referentes a esta temporada ser pior comparativamente falando às outras tem coerência. O motivo provavelmente foi devido a troca de roteirista. As primeiras 5 temporadas o roteiro ficava por conta de Eric Kripke (continua participando da série, mas agora como produtor executivo), diferentemente das temporadas subsequentes. Esta troca realmente pesou para a série. Apesar de, no geral, eu ter achado interessante esta temporada, é evidente o seu declínio em relação ao roteiro…

Resumo COM spoilers:
Sam retorna ao mundo, mas sem sua alma. Crowley (o rei do inferno após o confinamento de Lúcifer na temporada anterior) conseguiu tirar ele de lá, mas sua força não era grande o suficiente para trazer sua alma junto com o corpo.

Junto com Sam, Samuel (o avô materno dos dois irmãos) também retorna dos mortos. Sam, Samuel e mais alguns parentes se reúnem à caça monstros e durante um ano fazem isso sem o conhecimento de Dean.

Dean repara que seu irmão não estava agindo como antigamente e ao descobrir que ele estava sem a alma tenta a reaver de toda forma. Ele consegue ao fazer um trato com A Morte.

Dean estava morando com Lisa e Ben, praticamente como uma família feliz. Mas com o retorno de Sam ele é obrigado a se separar dos dois e voltar à caça de monstros. Depois de vários acontecimentos em que monstros prejudicavam os dois para chantagear o Dean, este se vê obrigado a pedir um favor ao Castiel para que limpasse a memória dos dois sobre ele e, assim, a chantagem seria ineficaz.

Castiel estava em uma guerra civil contra o arcanjo Rafael para evitar que este reproduzisse o Apocalipse. Como Castiel é um anjo e seu poder não se equipara a um arcanjo ele é obrigado a fazer um trato com o demônio Crowley. O trato envolve em cada um deles ficar com metade das almas do Purgatório e com elas aumentarem bastante os seus poderes! Para conseguirem tais almas eles começam a torturar os ‘monstros alpha’ (os primeiros monstros da linhagem de suas espécies respectivas) para descobrirem como ter acesso ao Purgatório (Samuel estava ajudando Crowley com isso às escondidas). Mas quem acaba abrindo o Purgatório pela primeira vez são os Dragões e com a abertura a Eve (mãe de todos os ‘monstros alpha’) sai de lá e vem ao nosso mundo. Dean consegue matar Eve ao envenená-la com ‘pó de Fênix’’. Como Crowley e Castiel perdem a chance de abrir o portal para o Purgatório através do feitiço dos Dragões e através da Eve eles procuram outro ser que tenha saído do Purgatório para torturá-lo e obter a resposta.
Através de um fã do H.P.Lovecraft é descoberto que o autor conseguiu abrir o portal e com a abertura uma criatura fugiu de lá. A criatura foi inclusive um antigo par romântico do personagem Bobby Singer, Eleanor Visyak. Visyak é torturada e com isso revela como abrir o portal. Castiel engana Crowley e Rafael e consegue obter as almas só para ele! Em seguida ele mata Rafael e deixa Crowley fugir. O poder sobe a cabeça de Castiel e ele se auto denomina deus.

Nota: 06/10

Advertisements
This entry was posted in Seriados / Series and tagged , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s